Governo da Espanha define oficialmente semana para volta do Campeonato Espanhol

Depois de mais de dois meses fora de ação devido ao caos da Covid-19, La Liga está autorizada a recomeçar a partir do mês de junho

Sérgio Ramos e Messi treinam forte para chegarem em condições ideais no regresso dos jogos. Fotos: Real Madrid e Barcelona

Belo Horizonte, 23/05/2020 – Portal Futebol Diário

Aos torcedores e fãs de Barcelona, Real Madrid, Atlético de Madrid e demais times da Espanha, uma notícia bastante positiva depois de um longo tempo: o Campeonato Espanhol estará de volta. Neste sábado, o presidente do Governo da Espanha, Pedro Sanchez, anunciou que a La Liga tem permissão para retornar as suas partidas a partir do dia 8 de junho e jogadores como Messi, Vinícius Júnior, Luis Suárez, Sérgio Ramos, Antoine Griezmann, Eden Hazard e João Félix já se preparam para voltar em ação. Paralisado desde 8 de março em virtude da tragédia que ainda causa o novo Coronavírus na Espanha e no mundo, o Campeonato Espanhol recomeçará na 28ª rodada restando ainda 11 jogos para definir o novo campeão, além de classificados para competições europeias e rebaixados à Liga Adelante.

Antes de a bola parar de rolar no território espanhol, o Barcelona terminou o campeonato na liderança, com 58 pontos conquistados, dois à frente do arquirrival e segundo colocado, Real Madrid. Durante o pico da pandemia da Covid-19 na Espanha, foi até especulado que a La Liga poderia ser encerrada antecipadamente, assim como aconteceu em países como Holanda, França e Escócia até o momento que finalizaram as suas respectivas competições alegando a não condição da prática esportiva por causa do Coronavírus – diferentemente da Alemanha, que retornou à Bundesliga desde o dia 16 de maio e do Campeonato Português, agendado para recomeço em 3 de junho. Uma das motivações que fazem o Campeonato Espanhol ter oficialmente a sua data de retorno, segundo o governo espanhol, são a retomada gradativa da economia e o principal entretenimento do país para aliviar um pouco a dor que ainda sente a população.

Apesar de o governo da Espanha autorizar o retorno do Campeonato Espanhol para 8 de junho, a competição só deve mesmo voltar no dia 12 de junho, numa sexta-feira e a rodada promete ser emocionante com dois clássicos regionais e grandes jogos. No caso dos postulantes ao título, o líder Barça enfrenta o Mallorca, fora de casa, enquanto o Real recebe a visita do Eibar, no Santiago Bernabéu. Mas os destaques da 28ª rodada da La Liga ficam para os confrontos regionais entre o terceiro colocado Sevilla diante do Betis, no Ramón Sánchez Pizjuán, e Valencia contra Levante, no Mestalla. Todos, entretanto, de portões fechados e seguindo os protocolos dos órgãos de saúde para evitar contaminação por Covid-19. Além dessas partidas, destaques também para o jogo do quarto colocado Getafe, que enfrenta a equipe do Granada, e o clássico dos xarás entre Athletic Bilbao e Atlético de Madrid, no San Mamés. Com a data de retorno autorizada para o recomeço das partidas, o Ministro da Saúde da Espanha deve aprovar na próxima semana a volta dos treinamentos coletivos nos clubes em seus CTs.

Coronavírus na Espanha

Segundo país com o maior número de casos totais e mortes por Covid-19 na Europa, a Espanha ainda não conseguiu conter totalmente a disseminação da doença, diferentemente da Alemanha, por exemplo, que tem tanto o número de casos confirmados quanto de óbitos em queda nas últimas semanas. Até o momento, quase 282 mil pessoas foram infectadas pelo novo Coronavírus na Espanha, 103 mil estão ativas pela doença e 28.628 pessoas perderam suas vidas. Em contrapartida, mais de 150 mil pacientes recuperaram do vírus e a Comunidade de Madrid segue como o epicentro da Covid-19 no país, seguida pela Catalunha. No Velho Continente, o país que mais teve óbitos por Coronavírus continua sendo a Itália, onde 32.616 pessoas morreram até então. Já em número de casos, a Rússia ultrapassou tanto Espanha quanto Itália e contabiliza um total de quase 336 mil pessoas infectadas pela Covid-19, além de quase 4 mil óbitos. No mundo, os EUA lidera em casos confirmados e fatais pelo novo Coronavírus – são quase 2 milhões infectados no total e mais de 96 mil mortes até este instante.