Bundesliga define data de retorno depois de autorização de Merkel para retomar o futebol; confira os jogos

Federação alemã decide que primeiras partidas da competição após paralisação de dois meses por causa do Coronavírus vão começar no próximo dia 16

Bayern de Munique é o primeiro colocado da Bundesliga com 55 pontos restando nove rodadas para o fim. Foto: FC Bayern

Belo Horizonte, 07/05/2020 – Portal Futebol Diário

O mistério acabou na Alemanha. Após a Chanceler Federal do país, Angela Merkel, autorizar na última quarta-feira a volta dos campeonatos nacionais em território germânico ainda com a Covid-19 em cena no mundo, foi a vez da Deutsche Futßball Liga (DFL) definir nesta quinta-feira a data oficial de retorno da Bundesliga, uma das competições de maior prestígio na Europa. De acordo com a DFL, o Campeonato Alemão retorna no dia 16 de maio pela 26ª rodada com o clássico do vice-líder Borussia Dortmund contra o arquirrival Schalke 04, às 10h30 (de Brasília), no Signal Iduna Park. Além desse grande confronto, também se enfrentarão no mesmo dia Leipzig x Freiburg, Hoffenheim x Hertha Berlim, Fortuna Dusseldorf x Paderbom, Augsburg x Wolfsburg e Eintracht Frankfurt x Borussia Monchengladbach. Um dia depois, no domingo, o líder Bayern de Munique, do artilheiro Lewandowski e do brasileiro Philippe Coutinho, vai a campo às 13h (de Brasília), fora de casa, diante do Union Berlin. Além dos bávaros em ação, fecham a rodada Werder Bremem x Bayer Leverkusen e Colônia x Mainz.

Segundo um dos critérios do governo alemão para a volta do futebol no país, somente 300 pessoas, incluindo jogadores, treinadores, árbitros, jornalistas e funcionários poderão participar das partidas dentro dos estádios. Além disso, todos os jogos da Bundesliga ocorrerão de portões fechados, ou seja, sem a presença de torcedores nas arquibancadas para evitar aglomerações e uma eventual nova propagação do Coronavírus no país. A volta do futebol na Alemanha neste instante é curiosa não apenas pelo fato de o mundo inteiro ainda estar sofrendo com as consequências que traz à pandemia da Covid-19 a todo instante. Nos últimos dias, 36 clubes da primeira e segunda divisão do futebol alemão passaram pelos testes rápidos para Coronavírus e, de quebra, 10 pessoas majoritariamente jogadores estão infectados pela doença – três atletas são do Colônia. Apesar disso, o regresso da bola rolando em solo germânico vai ser possível para as autoridades do país, organizadores das competições e os próprios times, que cedem a condição.

Quando a Covid-19 estava no pico no Velho Continente, clubes como Bayern de Munique, Borussia Dortmund e Wolfsburg foram uns dos primeiros no mês de abril a retornaram aos poucos às atividades com grupo de atletas reduzidos em seus Centros de Treinamentos. Atualmente, a Alemanha figura como o sexto país no mundo em número de casos totais do novo Coronavírus. Desde o começo da doença no país, mais de 168 mil pessoas foram infectadas e 7.275 vieram a óbito. Em contrapartida, mais de 132 mil pacientes recuperaram da Covid-19 na Alemanha e tal cifra vem sendo um dos argumentos das autoridades germânicas para o futebol retornar neste mês de maio. Diferentemente da Alemanha, países como Holanda e França encerraram com antecedência na semana passada os seus respectivos campeonatos nacionais com o discurso da impossibilidade da prática futebolística. Já países como Espanha e Itália, líderes na Europa em casos confirmados e mortes por Coronavírus, podem nos próximos meses retornarem com as suas competições domésticas mesmo com o risco de contaminação e presença da doença. Por último, a Champions League, principal torneio de clubes na Europa e a Premier League, na Inglaterra, também devem retornar até o início do segundo semestre.