Depois de voltar às atividades, futebol alemão tem de início 10 casos confirmados de Covid-19

Testes foram aplicados nos 36 clubes que jogam a primeira e segunda divisão germânica e jogadores infectados já estão em isolamento

A bola deve permanecer parada na Alemanha mesmo após princípio de recuperação do Coronavírus no país. Foto: Divulgação/Bayern

Belo Horizonte, 04/05/2020 – Portal Futebol Diário

Dos países em todo o mundo com os maiores números de casos confirmados do novo Coronavírus desde o surgimento da doença, a Alemanha vem sendo um dos territórios de menor cifra de mortes até o momento e também dentre aqueles com o maior número de pessoas já recuperadas pela Covid-19. Ao todo, mais de 166 mil alemães foram infectados pelo Coronavírus e 6.993 vieram a óbito – número de mortes, inclusive, menor neste instante que o Brasil com 7.321 casos fatais em solo brasileiro. Contudo, quase 128 mil pessoas recuperaram da Covid-19 na Alemanha nesse tempo e tal melhora fez com que os times de futebol germânicos, especificamente, voltassem aos poucos às atividades.

Primeiro, clubes como Bayern de Munique, Borussia Dortmund e Wolfsburg, por exemplo, retornaram gradativamente aos treinamentos em grupos pequenos de jogadores e separados dentro de campo nos seus CTs. Posteriormente, os 36 times reunindo a primeira e segunda divisão alemã voltaram aos trabalhos com bola e tudo indicava, nos últimos dias, que o futebol na Alemanha retornaria pelo menos no dia 16 de maio, dois meses depois do início da paralisação geral. Mas bastaram os clubes alemães começarem aplicar os testes obrigatórios de Covid-19 em seus elencos que a situação voltou a ficar preocupante e a Bundesliga, principal campeonato do país germânico, tem agora seu recomeço novamente como uma incógnita pela frente assim como as demais competições pausadas no Velho Continente.

De acordo com a Deutsche Futßball Liga (DFL), que organiza o Campeonato Alemão, foram realizados até então 1.700 testes rápidos para Coronavírus nos atletas das duas principais divisões do futebol nacional e 10 pessoas estão diagnosticadas com Covid-19 nesta primeira série de testes – procedimento esse que vai certamente ocorrer nos jogadores dos times brasileiros que voltarem às atividades nesta semana. Desses primeiros casos positivos da grave doença, o Colônia, clube tricampeão da Bundesliga e tradicional no país, confirmou que três pessoas no clube estão com Coronavírus, sendo dois jogadores e um preparador físico. Já os outros 7 casos confirmados no futebol alemão não foram revelados as identidades e em quais clubes estão presentes a Covid-19, porém, todas as equipes que tiverem pessoas positivas para a doença podem voltar a ficar de quarentena novamente.

Com um histórico de mais de 150 jogadores brasileiros na Bundesliga em todos os tempos, com nomes considerados importantes na história da competição pelos próprios alemães como Zé Roberto, Lúcio, Élber, Dede, Naldo, Emerson, Juan, Diego Ribas, Rafinha e Roberto Firmino, por exemplo, atualmente 15 atletas brasileiros atuam na primeira divisão do futebol alemão. Um deles, Philippe Coutinho, meio-campista do Bayern de Munique, é presença frequente na Seleção Brasileira do técnico Tite e, em seu caso específico, não existe ainda assim como a maioria dos atletas da Bundesliga um resultado divulgado de forma oficial para os torcedores e público saberem se o jogador brasileiro está ou não com Covid-19. Outros brasileiros que jogam o Campeonato Alemão da primeira divisão, casos de Paulinho (Leverkusen), Matheus Cunha (Hertha Berlim) e William (Wolfsburg), também apresentam o mesmo cenário em relação a Coutinho. Até o momento na Europa, os Campeonatos Holandês e Francês foram os únicos cancelados e só voltam a partir da temporada 2020/21 por causa do novo Coronavírus.