Pela Copa do Brasil, Coelho encara Ferroviária em SP depois de tropeço pelo Campeonato Mineiro

América quer manter invencibilidade na atual temporada para seguir avançando no torneio milionário, mas não deve ter tarefa fácil em primeiro duelo em Araraquara-SP

Capitão Juninho com a bola durante empate do América contra o Boa Esporte.
Foto: Mourão Panda / AFC

Do Portal Futebol Diário, em Belo Horizonte

Marco Túlio Souto

Ainda invicto na temporada 2020, o América volta a focar exclusivamente na disputa da Copa do Brasil depois de ter tropeçado no último domingo contra o Boa Esporte, na Arena Independência, em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Mineiro. Na ocasião, o Coelho tinha a grande oportunidade de disparar na liderança do Estadual, mas cedeu um empate em 1 a 1 na capital mineira a um oponente que figura neste instante na parte de baixo da classificação. O resultado, entretanto, mantém até o momento o time americano na ponta da tabela com 18 pontos ganhos e como a única equipe sem derrota na competição, com cinco vitórias e três empates, além do melhor ataque com 14 gols marcados. Nesta quarta-feira, o Coelho tem um novo desafio e pelo torneio que melhor premia financeiramente nos dias atuais no futebol brasileiro – diante da Ferroviária, às 19h15, na Fonte Luminosa, em Araraquara-SP, o América quer no primeiro de dois confrontos pela terceira fase largar na frente em busca de avançar para a quarta fase da Copa do Brasil e garantir, de quebra, um valor de R$ 1,5 milhão no seu caixa.

Diferentemente da primeira e segunda fase, desta vez serão jogos de ida e volta e o time comandado pelo técnico Lisca decidirá a vaga em Belo Horizonte, no dia 19 deste mês, também às 19h15, no Horto. São Paulo é o terceiro Estado que o América vai atuar até então em 2020 e as frequentes e longas viagens são outras barreiras para o Coelho tentar superar neste momento além dos resultados. Antes de viajar a São Paulo, o América viajou 2.349 km até Macapá-AP para enfrentar o Santos-AP, no dia 2 de fevereiro. Ao classificar sobre o Santos-SP com um empate em 1 a 1 pela primeira fase da Copa do Brasil, o América precisou viajar posteriormente 1.074 km até a cidade de Ponta Grossa-SP, para encarar o Operário-SP, no dia 5 de março. Com uma vitória por 2 a 0, o Coelho avançou e, até Araraquara-SP, a distância em relação às primeiras duas fases é menor com 613 km de viagem.

Para este duelo primeiro contra a Ferroviária, o América segue com os desfalques do goleiro Airton, devido a um incômodo na coxa esquerda, além do lateral esquerdo João Paulo que tem uma lesão muscular na coxa direita e do meia Matheusinho, o qual permanece em tratamento também por causa de contusão. Contra o Boa Esporte, Jori foi titular no gol e Sávio também teve mantida a sua titularidade pela lateral esquerda, algo que vai ocorrer para o embate em Araraquara. Quem também tem presenças garantidas no time do América, em contrapartida, são os atacantes Felipe Augusto e Rodolfo, principais artilheiros do Coelho em 2020. O primeiro foi o autor do único tento americano no empate diante do Boa Esporte e contabiliza três gols no total nesta temporada. Já o segundo é o máximo goleador do Coelho até então neste ano com seis gols anotados, e torna-se a esperança maior de bolas na rede contra a Ferroviária. Assim sendo, Lisca deve ir a campo com Jori; Diego Ferreira, Lucas Kal, Eduardo Bauermann e Sávio; Zé Ricardo, Juninho, Alê e Ademir; Felipe Augusto e Rodolfo.

Adversário encardido

Se por um lado o América segue invicto na temporada 2020 com seis vitórias e quatro empates, a Ferroviária, comandada pelo técnico Sérgio Soares, também atravessa momento positivo neste momento do ano e não sai derrotada de campo há mais de um mês. Desde o dia 8 de fevereiro, quando perdeu para o Água Santa, por 1 a 0, pelo Campeonato Paulista, a Ferroviária contabiliza três triunfos e três empates consecutivos nos últimos seis jogos na temporada e figura na terceira posição do Grupo D do Estadual com 10 pontos, atrás de Bragantino e Guarani e à frente do Corinthians. Antes de enfrentar o América, a última partida da Ferroviária aconteceu diante do Palmeiras, no Allianz Parque e a Locomotiva arrancou um resultado igual em 1 a 1 contra um dos clubes de maior poder aquisitivo no país. Já pela Copa do Brasil, a Ferroviária vem de classificação exuberante sobre o Águia Negra, pelo placar de 6 a 2, no dia 26 de fevereiro e promete dar trabalho ao Coelho.