Cruzeiro ‘vira a chave’ e concentra em duelo de ida pela Copa do Brasil contra time alagoano

No Mineirão e com a presença da torcida, Raposa precisa vencer pela primeira vez na Copa do Brasil 2020 para sair em vantagem em busca conduzir classificação à quarta fase do torneio

Jogadores do Cruzeiro realizaram apenas dois treinamentos para duelo contra o CRB.
Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Do Portal Futebol Diário, em Belo Horizonte

Marco Túlio Souto

Seguir. Palavra de momento do Cruzeiro após sair derrotado nos minutos finais de partida para o arquirrival Atlético, por 2 a 1, no último sábado, em clássico válido pela oitava rodada do Campeonato Mineiro, no Mineirão. Nesta quarta-feira e novamente no Gigante da Pampulha, o Cruzeiro volta a campo e pela competição a qual é o dono da condição de clube mais vitorioso do torneio com seis canecos na galeria em toda a história. Contra o CRB-AL, às 21h30, a Raposa busca encaminhar na partida de ida a classificação pela terceira fase da Copa do Brasil visando passar de vez a página do revés para o Galo e de olho, sobretudo, em uma nova premiação financeira que oferece a Copa do Brasil – caso avance para a quarta fase do certame, o clube celeste vai receber R$ 1,5 milhão, valor que ajudará um pouco nas finanças cruzeirenses na atual crise financeira. Nas fases anteriores, a Raposa garantiu R$ 1,1 milhão pela classificação na primeira fase sobre o São Raimundo-RR e R$ 1,3 milhão por avançar diante do Boa Esporte, na segunda fase. Além da quantia em dinheiro diferente na terceira fase, a eliminatória contra o CRB será disputada em duas partidas, sendo a primeira em BH e a segunda em Maceió, marcada para o dia 18 de março, às 19h15, no Estádio Rei Pelé.

No clássico contra o Atlético, o técnico Adílson Batista teve de último momento o desfalque do zagueiro e capitão Léo, que foi diagnosticado com um estiramento muscular na coxa e está em processo de tratamento no departamento médico da Toca da Raposa II sem data concreta de retorno aos gramados. Desta forma, o xerife da zaga celeste é novamente ausência para o confronto diante dos alagoanos e Arthur deve ser mantido na zaga ao lado de Cacá. Caso Adílson Batista queira promover um novo miolo de zaga nesta quarta-feira, outra opção é o jovem defensor Edu, que atou diante do Galo improvisado como volante para substituir Filipe Machado, suspenso. Já o zagueiro Marllon e novo reforço do Cruzeiro para a sequência da temporada, só vai estrear posteriormente com a camisa celeste quando o seu nome estiver publicado no BID, da CBF. Uma das novidades do Cruzeiro perante o CRB, em compensação, é o volante Filipe Machado e que deve voltar a ser titular no meio de campo cruzeirense, setor o qual promete ter pela frente disputa forte pela titularidade.

Além do retorno de Filipe Machado, o volante Ariel Cabral também está de volta após 60 dias na Argentina resolvendo problemas particulares e regressa para tentar ajudar a Raposa. Nos últimos dias, Ariel Cabral tem cuidado da preparação física para voltar aos jogos e sua presença coloca a luta por espaço maior no meio-campo. Outro que retornou nos últimos dias e está à disposição do treinador cruzeirense é o volante e meia Robinho, recuperado de uma lesão no joelho sofrida em partida contra o Grêmio pelo Campeonato Brasileiro do ano passado e mais uma opção para a armação das jogadas da equipe. Na última semana, o Cruzeiro acertou também a contratação do volante Jean, ex-Palmeiras e o qual já estreou pelo time celeste no clássico diante do Atlético. Com a chegada do novo volante somada aos jovens garotos que vêm atuando desde o começo da temporada, casos de Jadsom, Pedro Bicalho e Adriano, as opções para volantes do Cruzeiro crescem.

Contra o CRB, assim sendo, é provável que tanto Robinho, Ariel Cabral e Jean sejam peças para o segundo tempo por questões físicas e Filipe Machado, Jadsom e Pedro Bicalho comecem a partida. Dos poucos setores com jogadores garantidos como titulares para o importante jogo desta quarta-feira, o trio de ataque composto por Maurício, Everton Felipe e Marcelo Moreno está previamente confirmado, apesar de uma nova aparição positiva do atacante Thiago, autor do gol celeste na derrota para o Atlético e o qual contabiliza dois tentos em seu primeiro ano como atleta profissional do Cruzeiro. Thiago, inclusive, soma neste instante mais gols em relação a dois atacantes titulares da equipe cruzeirense e os quais buscam incessantemente balançar o quanto antes as redes. Recém-chegado, Marcelo Moreno – convocado para a Seleção da Bolívia para enfrentar Brasil e Argentina neste mês pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2022 – ainda busca o seu primeiro gol no retorno ao Cruzeiro. O mesmo acontece com Everton Felipe, outro que chegou à Toca II neste ano e não conseguiu, até então, estufar o barbante pela Raposa. O artilheiro do time cruzeirense em 2020 neste instante é o jovem meia Maurício, que soma três gols.