Éverton Ribeiro mostra papel categórico no triunfo do atual campeão da Libertadores

Capitão do Flamengo dá show em primeira apresentação rubro-negra no principal torneio de clubes da América do Sul de 2020 depois de títulos recentes da Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana

Éverton Ribeiro comemora golaço sobre colombianos e coroa grande atuação.
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Do Portal Futebol Diário, em Belo Horizonte

Na defesa do título da Libertadores da América, o atual campeão Flamengo estreou com vitória mesmo não atuando em uma daquelas noites mágicas como vem sendo de costume, uma vez que o primeiro adversário do rubro-negro carioca na principal competição de clubes da América do Sul também mostrou bastante empenho durante os 90 minutos e buscou dificultar a vida dos flamenguistas. Na Colômbia e diante do Junior Barranquilla, o Flamengo precisou de ótimas participações individuais, sobretudo, do seu capitão Éverton Ribeiro para trazer os três pontos na bagagem de volta ao Rio de Janeiro. O duelo, válido pelo Grupo A e o qual conta com as presenças de Independiente Del Valle e Barcelona-EQU, teve a vitória construída por 2 a 1 pelo Flamengo logo aos seis minutos de partida. Sem Bruno Henrique no ataque, lesionado, coube a Vitinho iniciar a jogada pela intermediária e acionar Arrascaeta pela esquerda do ataque. De forma inteligente, o uruguaio serviu açucaradamente Éverton Ribeiro, que finalizou de primeira, com o pé canhoto e abriu o marcador.

Desde 2017 vestindo as cores do Flamengo, Éverton Ribeiro chegou na última quarta-feira ao número de 171 jogos pelo rubro-negro carioca e, recentemente, renovou o seu contrato com o Fla até dezembro de 2023. Até então, o camisa 7 flamenguista possui um total de nove títulos pelo Flamengo e o apetite por novas conquistas não para pelo meio-campista com uma grande fase que parece ser inacabável. Após o primeiro gol sobre o Junior Barranquilla, o Flamengo, orquestrado por Éverton Ribeiro, necessitou do ‘paredão’ Diego Alves para assegurar a vitória parcial na Colômbia na reta final do primeiro tempo, quando o goleiro flamenguista defendeu finalização na grande área do ataque adversário. Depois disso, o Flamengo construiu sucessivas ocasiões de gols através do seu artilheiro, Gabigol, que não conseguiu em pelo menos três oportunidades colocar a bola no fundo do barbante.

Mas se Gabigol não fez à sua parte como goleador, o camisa 9 rubro-negro tratou-se de ajudar a presentear o nome do Flamengo da noite, Éverton Ribeiro, para garantir a primeira vitória do Fla na Libertadores de 2020 e uma invencibilidade de nove jogos na atual temporada reunindo todas as competições. Aos 33 minutos da segunda etapa, Gabigol acionou em ótima assistência o atacante Michael pela ponta direita do sistema ofensivo. Como um ‘foguete’, um dos novos contratados pelo Flamengo neste ano recebeu a bola, partiu em velocidade e deixou Éverton Ribeiro em condição extremamente favorável na grande área com belo passe. Com muita frieza, categoria e inteligência, o capitão flamenguista finalizou sutilmente com a perna esquerda e encobriu o goleiro do Junior Barranquilla para fazer um golaço e definir o triunfo. Antes do apito final, contudo, o Júnior Barranquilla tentou esboçar uma reação e diminuiu a vantagem com Teófilo Gutiérrez. Agora e visando a sequência da temporada, o Flamengo retoma as atenções primeiro para a Taça Rio. Neste sábado, o rubro-negro carioca enfrenta o Botafogo, às 18h, em clássico a ser disputado no Maracanã. Já na próxima quarta-feira, o Fla voltará a campo pela segunda rodada da Libertadores e receberá a visita do Barcelona-EQU, às 21h30, também no Maracanã.