Fluminense e Flamengo duelam no Maracanã por vaga à final da Taça Guanabara 2020

Rivais chegam para o clássico recheado de expectativas por grande futebol em campo e festa nas arquibancadas; Flu tem a vantagem pelo empate

Maracanã vai receber ótimo público para semifinal da Taça Guanabara.
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Do Portal Futebol Diário, em Belo Horizonte

O único clássico da cidade do Rio de Janeiro pela fase de semifinal da Taça Guanabara 2020 ocorre nesta quarta-feira, às 20h30, no Maracanã, entre Fluminense e Flamengo. Com eliminações de Botafogo e Vasco na primeira fase, tanto tricolor carioca quanto rubro-negro decidem logo mais quem vai disputar a primeira taça do Campeonato Carioca – na outra semifinal do torneio, estão Volta Redonda e Boavista, que fizeram ótimas campanhas na fase inicial divida em dois grupos. Nesta temporada, Fluminense e Flamengo vão realizar o segundo clássico entre ambos depois de vitória do tricolor sobre o Fla, no dia 29 de janeiro, por 1 a 0, no Maracanã. Na ocasião e jogando com o time formado por jogadores das categorias de base, além da ausência de Jorge Jesus na área técnica, o Flamengo conheceu a sua primeira derrota na temporada após belo gol de calcanhar de Nenê, atual artilheiro da Taça Guanabara com cinco gols marcados ao lado de João Carlos, do Volta Redonda e Matheus Babi, do Macaé.

Agora e completos, Fluminense e Flamengo prometem embate disputado na capital carioca. Mesmo com a vantagem do empate pelo Flu por melhor campanha na primeira fase, a partida é bastante esperada pelas duas torcidas e os dois times querem vencer de qualquer forma pelo significado da história do clássico e pela vaga à decisão do torneio, além das demais pretensões que almejam para a sequência da temporada 2020 – no domingo, o Flamengo encara o Athletico Paranaense pela final da Supercopa do Brasil, enquanto o Fluminense vai precisar vencer o Unión La Calera fora de casa pela Sul-Americana, na próxima terça-feira. Vindo de triunfo espetacular sobre o Botafogo, pelo placar de 3 a 0 e contando com mais uma grande atuação do meio-campista Nenê, destaque do Flu até o momento em 2020, o time comandado por Odair Hellmann terminou a primeira fase como líder do Grupo A com 15 pontos conquistados, depois de uma campanha com cinco vitórias e um revés. Por outro lado, o Flamengo foi o segundo colocado do Grupo B com 13 pontos ganhos após quatro triunfos, um empate e uma derrota, ficando atrás do Boavista com o mesmo número de pontos, mas perdendo no saldo de gols por um tento a mais sofrido.

Enquanto o Flu chega para o duelo vindo de excelente vitória em clássico, o Flamengo aparece para o dérbi com duas vitórias seguidas acumuladas desde a estreia do time profissional em 2020, que aconteceu no dia 3 de fevereiro, diante do Resende e com vitória por 3 a 1. Depois disso, o Fla, guiado por Gabigol, Bruno Henrique, Éverton Ribeiro, Arrascaeta e agora também por Pedro e Michael, superou no último sábado a equipe do Madureira, pelo placar de 2 a 0, no Maracanã, e a confiança para este clássico perante o Flu está em alta. Tais jogadores e mais alguns, entretanto, deixam a cabeça do técnico português, Jorge Jesus, um pouco mais confusa para escalar a equipe titular em relação ao plantel do ano passado, que foi campeão do Campeonato Carioca, Brasileirão e da Libertadores. Mas, em princípio, o quarteto de sucesso composto por Éverton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol deve ser mantido diante do Flu com Pedro, ex-Fluminense, além de Michael e Pedro Rocha no banco de reservas.

A principal dúvida de Jorge Jesus para escalar o Flamengo nesta quarta-feira antes de a bola rolar fica por conta do meio de campo defensivo. Titular absoluto na última temporada, o volante Gerson tem agora Diego Ribas como principal concorrente pela vaga e o titular vai ser somente revelado uma hora antes do clássico. Em contrapartida, quem deve ser titular é o lateral esquerdo Filipe Luís, o qual foi reserva de Renê na partida anterior do Flamengo, diante do Resende. Assim, o Fla irá possivelmente a campo com Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Willian Arão, Diego (Gerson), Éverton Ribeiro, Arrascaeta e Bruno Henrique; Gabigol. Pelo lado do tricolor carioca, o técnico Odair Hellmann deve repetir a mesma equipe que superou o Botafogo com Muriel; Gilberto, Luccas Claro, Digão e Egídio; Henrique; Yuri Lima e Nenê; Wellington Silva, Marcos Paulo e Evanilson.

Números do clássico

Fluminense e Flamengo vão medir forças em um total de 425 partidas com o clássico desta quarta-feira. Até então, no somatório geral, são 154 vitórias do Fla, 138 empates e 132 triunfos do Flu, além de 612 gols marcados pelo rubro-negro e 557 tentos feitos pelo tricolor carioca. Já pelo Campeonato Carioca em toda a história do confronto, a vantagem segue pertencendo também ao Flamengo desde então. No Estadual, são 251 clássicos antes de a bola rolar logo mais no Maracanã, com 90 triunfos do Flamengo, 83 empates e 78 vitórias do Fluminense, além de 374 tentos marcados pelo Fla e 346 anotados pelo Flu. Em número de títulos do Campeonato Carioca em toda a história da competição, o Flamengo também leva a melhor por ser o maior vencedor do torneio, com 35 conquistas, seguido do próprio Fluminense, que soma 31 canecos do Estadual. Em terceiro, está o Vasco da Gama com 24 taças e, na quarta posição, figura o Botafogo, com 21 títulos.