Lisca estreia pelo América com o dever inicial de manter o time na Copa do Brasil e chegar no Mineiro

Novo técnico do Coelho com contrato assinado até o fim de 2020 chega com sua metodologia ao clube e o desafio de levar o time americano a êxitos nesta temporada

Lisca conversa com elenco antes de duelo pela Copa do Brasil. Foto: Daniel Hott/América

Do Portal Futebol Diário, em Belo Horizonte

A temporada 2020 começou a todo vapor para o América: jogos, vitórias, mudança de treinador e novos desafios. Nesta quarta-feira, o Coelho vai debutar na Copa do Brasil diante do Santos-AP, em Macapá, às 20h30, pela primeira fase da competição e na estreia também do novo técnico do time, Lisca. Contratado e apresentado ao clube após a saída de Felipe Conceição rumo ao Bragantino, Lisca, ex-Ceará, chega ao América com a tarefa inicial de avançar o Coelho de fase nesta quarta-feira e, com a sua metodologia, implementar um futebol envolvente para aparecer com força na sequência da disputa do Campeonato Mineiro. Pela Copa do Brasil e para classificar sobre o Santos-AP, o América necessita somente de um empate que avançará à próxima fase, diferentemente de uma derrota, que eliminará automaticamente a equipe americana do torneio. Na Chave 10 e caso elimine o Santos-AP, o Coelho irá enfrentar na segunda fase o vencedor entre Barbalha-CE e Operário-PR. Posteriormente e em uma eventual classificação à terceira fase, o América vai ter como oponente Ferroviária-SP, Avaí, Águia Negra-MS ou Sampaio Corrêa-MA.

Invicto até então na atual temporada com duas vitórias e um empate em três partidas no total disputadas pelo Campeonato Mineiro, o América não deve ter alterações, inicialmente, com Lisca sob o comando técnico. Vem jogando como titulares neste começo de 2020, Airton; Leandro Silva, Lucas Kal, Eduardo Bauermann e Savio; Zé Ricardo, Juninho, Alê, Matheusinho e Felipe Augusto; Rodolfo. No último confronto do Coelho, o time americano não deu chances ao Uberlândia, na Arena Independência, e venceu pelo placar de 3 a 0 com dois gols de Alê e um tento marcado por Ademir. No Estadual, Lisca já recebe o América em terceiro colocado na competição com sete pontos conquistados e uma partida a menos a disputar – adiada ainda na segunda rodada, contra o Villa Nova, devido às fortes chuvas em BH e Minas Gerais.

Depois de encarar o Santos-AP, Lisca e sua equipe vão ter outro grande desafio no domingo, pelo Campeonato Mineiro. Diante do Cruzeiro, às 16h, no Mineirão, o teste de ‘fogo’ do novo treinador americano vai servir para ir em busca de uma eventual liderança da competição e também para uma quebra de um longo tabu perante a Raposa. Contra o time cruzeirense, o América não vence o Cruzeiro no Mineirão desde 2002, quando bateu a Raposa por 1 a 0, em maio daquele ano, com gol anotado pelo meio-campista Tucho. Além de Campeonato Mineiro e Copa do Brasil, outro grande desafio de Lisca neste ano pelo América e maior objetivo do clube é o retorno à elite do Campeonato Brasileiro, que bateu na trave no ano passado na última rodada da Série B. A competição neste ano está marcada para início no dia 2 de maio e vai até 28 de novembro.