Liverpool ganha clássico sobre o Manchester United e título inglês fica encaminhado

Com direito a uma bela assistência do goleiro brasileiro Alisson, Reds superam arquirrival em confronto agitado na Inglaterra

Van Dijk e Roberto Firmino celebram primeiro gol do Liverpool em Anfield. Foto: UEFA

Do Portal Futebol Diário, em Belo Horizonte

O Liverpool está imparável, impecável e soberano na atual Premier League e fica cada vez mais próximo de conquistar o Campeonato Inglês depois de 20 anos. Agora há 39 partidas de invencibilidade na competição reunindo 17 jogos da temporada passada, os Reds não tomaram conhecimento desta vez do arquirrival Manchester United, neste domingo, em Anfield, e seguem disparados na ponta da tabela mesmo com uma partida a menos no certame. Com um gol em cada tempo, o Liverpool superou a equipe do United, pelo placar de 2 a 0, e chega aos 64 pontos na classificação ficando 16 a mais que o vice-líder e atual bicampeão inglês, Manchester City, que contabiliza 48 pontos. A sequência invicta do Liverpool, além da busca incessante pelo título do campeonato, é vista também como um grande desafio mirando a histórica invencibilidade do Arsenal, em 2003/04, quando ficou 49 jogos sem perder no Campeonato Inglês – série que pode ser alcançada e superada pelos Reds ainda nesta temporada.

O principal clássico inglês foi bastante agitado na terra dos Beatles no duelo entre o primeiro contra o quinto colocado. Mas o Liverpool voltou a apresentar superioridade e não deu tantas chances ao seu rival em grande parte do confronto. Com o trio de ataque avassalador formado novamente por Mané, Salah e Firmino, a defesa do Manchester United precisou se desdobrar durante o duelo para não sair de Anfield goleada. Porém, quem inaugurou o escore na partida foi o atual segundo melhor jogador do mundo considerado pela FIFA em 2019, Virgil Van Dijk. Logo aos 14 minutos da primeira etapa, o zagueiro holandês aproveitou cobrança de escanteio pela direita na área do time visitante e decolou para cabecear firme, no fundo do gol, sem chances para o goleiro espanhol De Gea.

O primeiro tento do Liverpool deixou o United acuado, nervoso e praticamente sem defesa durante todo o primeiro tempo. Com uma postura bastante ofensiva e marcação sob pressão na saída de bola dos Reds Devils, o Liverpool finalizava sucessivamente e buscava liquidar o confronto ainda na etapa inicial. Após uma ‘blitz’ sem piedade, Roberto Firmino marcava o segundo gol do Liverpool em belo arremate pela esquerda da grande área. Contudo, a arbitragem do clássico acabou anulando o tento do atacante brasileiro alegando antes uma irregularidade no lance, que surgiu depois de uma falta de Van Dijk, segundo o VAR, sobre De Gea. A pressão do Liverpool também resultou em outro gol anulado no primeiro tempo, desta vez anotado pelo volante Wijnaldum, mas o qual estava impedido.

Sem tanto poder de reação na primeira parte do embate, o Manchester United, comandado pelo técnico Solskjær, tentou incomodar o Liverpool no segundo tempo e era mais competitivo em relação à primeira etapa. No entanto, a superioridade técnica e tática do Liverpool não dava mesmo assim ocasiões claras de gol ao United, que tentou igualar o marcador, por exemplo, em finalização do brasileiro Fred. Com 16 tentativas de chutes a gol, o Liverpool seguia também buscando ‘matar’ o clássico para confirmar o seu 22º triunfo na Premier League e o quarto clássico consecutivo sem derrota para o United. E ele só veio no apagar das luzes em Anfield com direito a uma incrível assistência do goleiro brasileiro, Alisson. Foi quando após cobrança de escanteio a favor do Manchester, Alisson defendeu a finalização adversária e, inteligentemente, percebeu Mohamed Salah livre no ataque. Em belo lançamento, o arqueiro brasileiro lançou a bola na medida para Salah, o qual ganhou na velocidade sobre a defesa visitante e arrematou rasante, com categoria, na saída de De Gea, para garantir a vitória.

Restando 15 rodadas para o término do Campeonato Inglês e uma partida ainda a disputar pelos Reds, no dia 29 deste mês, contra o West Ham, adiado devido ao Mundial de Clubes, o Liverpool e a sua torcida fazem contagem regressiva para voltarem a sentir o gosto de conquistar a mais disputada competição nacional de clubes da Europa. Na próxima rodada, o time do técnico Jurgen Klopp entrará em campo na quinta-feira, fora de casa, diante do Wolverhampton, às 17h (de Brasília). Por outro lado, o Manchester United buscará reabilitação na Premier League a fim de assegurar a quinta colocação neste momento. Na quarta-feira, os Reds Devils recebem o Burnley, às 17h15 (de Brasília), no Old Trafford.