Messi e Cristiano Ronaldo retornam oficialmente neste fim de semana para a nova temporada europeia

Atuais campões nacionais em Espanha e Itália, argentino e português têm compromissos e vão em busca de novas conquistas novamente

Messi e Cristiano Ronaldo, principais craques de Barcelona e Juventus, voltam a campo.
Foto: Divulgação/FCBarcelona/Juventus FC

Do Portal Futebol Diário, em Belo Horizonte

Marco Túlio Souto

Messi e Cristiano Ronaldo, maiores recordistas de Bolas de Ouro há mais de uma década no futebol internacional e grandes rivais atualmente no que diz respeito à títulos, gols, números e recordes dentre de campo, vão estrear neste fim de semana por seus respectivos clubes pela temporada 2019/20 do futebol europeu. Na Espanha, a bola começou a rolar no último dia 16 deste mês, quando o Barcelona, sem Messi lesionado, perdeu na abertura da competição para o Athletic Bilbao. Por outro lado, a Juventus, de Cristiano Ronaldo, estreia neste sábado no primeiro jogo oficial do Campeonato Italiano diante do Parma.

Recuperado de uma lesão na panturrilha, Messi treinou normalmente durante a semana na Ciutat Deportiva Joan Gamper, CT do Barça e vai ser relacionado para a partida contra o Betis, neste domingo, às 16h (de Brasília), no Camp Nou, pela segunda rodada da La Liga. Já Cristiano, às 13h (de Brasília), deste sábado, visa ajudar sua equipe a debutar com triunfo fora de casa no retorno do Calcio.

Tanto Messi quanto Cristiano Ronaldo são atuais campeões em Espanha e Itália, respectivamente. O argentino busca o tricampeonato pelo Barça, uma vez que venceu pelo clube catalão as edições de 2017/18 e 2018/19 do Campeonato Espanhol. Ao todo, Messi já conquistou a Liga Espanhola dez vezes. Cristiano, em contrapartida, quer o seu bicampeonato pela Juventus, mas vai buscar ajudar também a Velha Senhora conquistar o que seria o nono título consecutivo do Campeonato Italiano, uma total soberania da Juve no certame doméstico nessa década.

Na temporada passada, Messi e Cristiano Ronaldo foram novamente protagonistas e máquinas de gols, principalmente o camisa 10 do Barcelona, que foi artilheiro do Campeonato Espanhol e da Liga dos Campeões da Europa. Em 50 partidas, Messi foi autor de 51 gols pelo Barça em 2018/19, sendo 36 pelo Campeonato Espanhol, 12 na Champions League e três na Copa do Rei. Além disso, o argentino contribuiu para o Barça em 22 passes para gols durante toda a temporada.

Já Cristiano Ronaldo, em sua primeira temporada pela Juventus após deixar o Real Madrid, também não teve pena dos adversários. Em um total de 43 partidas, o português balançou às redes 28 vezes, com 21 gols pelo Campeonato Italiano, seis na Liga dos Campeões da Europa e um pela Supercopa da Itália. Nas assistências para os tentos da Juventus, Cristiano contribuiu em dez oportunidades.

Os desafios de Messi e Cristiano Ronaldo neste novo ano na Europa será superar eles mesmos, mas, sobretudo, buscarem por seus respectivos clubes o tão desejado título da Champions League e que não aconteceu na temporada passada tanto para Leo quanto para Ronaldo. Pelo lado do Barcelona, o time azul-grená foi eliminado nas semifinais para o Liverpool, enquanto a Juventus acabou sendo superada pelo Ajax, ainda na fase de quartas de final.

Nesse torneio, a vantagem de gols e títulos é de Cristiano Ronaldo em relação a Lionel Messi. Na Champions League, o luso conquistou cinco taças, dentre elas, quatro pelo Real Madrid e uma pelo Manchester United, além de 126 gols no total. Messi, em contrapartida, venceu a Liga dos Campeões quatro vezes e todas elas pelo Barça, além de um total de 112 tentos no fundo das redes.